Vamos colorir? Usina de Arte participa da Mostra Viver Ciência

Venha pintar com cores extraídas da natureza: pigmentos naturais

A Usina de Arte convida toda a comunidade a prestigiar os projetos científicos dos alunos das escolas públicas e privadas do estado.

Nesta quarta e quinta-feira, os trabalhos estão expostos na III Mostra Científica Viver Ciência, realizada pela Secretaria de Educação e Esporte, no Campus da Ufac.

viver_ciencia_interno_materia

A Usina de Arte mais uma vez participa da Mostra na categoria Ciência do Cotidiano, trazendo as cores das tintas. Num trabalho colaborativo,  professores e alunos preparam tintas naturais sintetizadas com argila extraída por eles mesmos de paredões na BR 364.

C2A5E1B1-7491-4400-8D98-C87C1C68596A

Com o barro bruto, em pedra, livre de pedregulhos e raízes de plantas, os alunos colocaram a mão na massa para triturá-lo, separaram por cor, peneiraram até transformar em pó, obtendo assim pigmentações diversas, que misturadas à cola e água, tornaram-se excelentes tintas: naturais, baratas e ecologicamente corretas.

Além de tintas  produzidas com argila, os alunos também produziram pigmentos a partir de essências de açafrão, cebola, beterraba, louro, ovo, café, etc.

O professor Jesaias Texeira explica que o objetivo é “mostrar a riqueza de produtos naturais que podem ser usados como tinta, eliminando assim misturas químicas,  geralmente metais pesados que são usados na composição de tintas.”

Nosso stand no Viver Ciência é uma exposição interativa onde o público interage criando suas próprias cores e pintando obras únicas. Venha nos visitar.

Anúncios

Usina de Arte João Donato dá as boas vindas aos seus novos alunos

Começamos esta semana certos de duas coisas: a primeira é que fazer cultura exige de nós, que além muita iniciativa, tenhamos também muita ação; a segunda, e para nós a mais importante, é ver esta ação rendendo frutos, o que se conclui pelos mais de cento e vinte alunos que se matricularam até semana passada nos cursos técnicos oferecidos pela instituição. Isto porque a equipe responsável pela administração do Mediotec (programa do Governo Federal, que visa a profissionalização de jovens e adultos – anteriormente denominado Pronatec) visitou muitas escolas públicas da capital, apresentando o programa para os alunos de 1º e 2º anos do ensino médio, público-alvo do programa.

 Turma concentrada nas atividades do curso técnico de desenho

 

Com a proposta de formar profissionais aptos para o mercado de trabalho, dia 7, segunda-feira, tiveram início 5 turmas, Teatro, Documentação Musical, Produção de Áudio e Vídeo e Artes Visuais e Processos Fotográficos. E hoje, 14, terão início mais 4  novas turmas desses cursos, com exceção de Processos Fonográficos.

Marcelo Zuza, professor responsável pelas aulas de Artes Visuais, diz que o objetivo da Usina de Arte é tentar fazer com que os jovens já saiam dos cursos com uma profissão, seja pelas artes visuais, pela música ou produção, aptos a exercer funções no mercado de trabalho. “Mas, além disso, nós esperamos que esses alunos saiam daqui transformados, com uma visão do mundo diferente do que quando entraram aqui”, diz ele.

alunoKaelliton se mostra empolgado com as possibilidades do curso para seu futuro.

 

Kaelliton Lima de Souza é um dos alunos matriculados no curso técnico de Artes Visuais. “Estou empolgado com as possibilidades que este curso pode me trazer, com as possibilidades que terei no mercado de trabalho no futuro”, disse ele entre um traço e outro no papel, sob a orientação de Zuza. “O curso de Artes Visuais tem o intuito de estimular e revelar novos artistas plásticos na cidade, despertando nos jovens esse gosto pela arte e pela cultura”, diz o professor.

Com as melhores expectativas para os próximos meses, Zuza não deseja apenas fazer parte da formação destes alunos, mas contribuir para instigar neles o interesse pela cultura. “Além de habilitados profissionalmente, acredito que os cursos da Usina contribuem para a formação de cidadãos com um maior interesse na cultura. Assim, espero que, ao findar dessas atividades, tenhamos mais gente frequentando os museus, galerias e demais espaços culturais.

Vagas remanescentes para cursos técnicos da Usina de Arte

O Centro de Educação Profissional e Tecnológica Usina de Arte oferece inúmeras vagas remanescentes em cursos técnicos profissionalizantes ofertados pelo Instituto Dom Moacyr por meio do Pronatec/MedioTec.

As vagas são destinadas a jovens que desejam ingressar no mercado de trabalho em algum segmento da cultura, com idade entre 15 e 19 anos, que estejam cursando o primeiro ou segundo ano do ensino médio ou o primeiro módulo do PEEM da rede pública de ensino.

Esta é uma oportunidade para os candidatos que não conseguiram ingressar na primeira etapa das inscrições. As inscrições para as vagas remanescentes estarão abertas até 28/07. Para se inscrever, os interessados devem preencher o formulário de inscrição disponível na escola em que estudam ou na secretaria da Usina de Arte.

novo

SEE e IDM abrem 325 vagas de cursos técnicos na área da cultura para capacitação profissional de estudantes do ensino médio

A Secretaria de Estado da Educação e Esporte (SEE), em parceria com o Instituto Dom Moacyr (IDM), abriu inscrições, nesta segunda-feira (12), para a seleção de estudantes que queiram começar um curso técnico do Pronatec/MedioTec no segundo semestre de 2017. Estão sendo ofertadas ao todo 1.467 vagas ligadas à gastronomia e hospitalidade, serviços, floresta, design, saúde e cultura. 

mediotec 2

O MedioTec é uma ação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), financiado pelo Governo Federal, e nasce com o objetivo de oportunizar aos estudantes do ensino médio uma formação profissional simultânea à formação básica, aumentando assim as chances de inserção desses jovens no mundo do trabalho logo após a conclusão do ensino médio.

Os cursos são direcionados aos estudantes com idade de 15 a 19 anos, regularmente matriculados e cursando o segundo ano do ensino médio em escolas públicas das redes estaduais e distrital. Os demais requisitos de acesso estão dispostos no edital publicado pela SEE no D.O.E do Acre nº12.071, de 9 de junho.

No Acre, a área da cultura foi contemplada com 325 vagas distribuídas entre sete cursos e 12 turmas: Produção de Áudio e Vídeo, Artes Visuais, Cenografia, Teatro, Documentação Musical, Processos Fonográficos e Processos Fotográficos. Os cursos, com carga horária de 800 horas e duração de 1 ano, possibilitarão que jovens tenham habilitação técnica para atuarem profissionalmente em algum segmento artístico-cultural, o que contribuirá para o fortalecimento e crescimento da cadeia produtiva das artes e da cultura no Acre.

Os cursos foram selecionados a partir do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do Ministério da Educação e pertencem ao eixo tecnológico Produção Cultural e Design. As aulas serão ministradas na Usina de Arte João Donato a partir de agosto. No turno da manhã, serão ofertadas 4 turmas: Documentação Musical, Artes Visuais, Produção de Áudio e Vídeo e Teatro. Já o turno da tarde terá, além destas, também uma turma de Processos Fonográficos, uma de  Processos Fotográficos e uma de Cenografia.

revisado

A divulgação das vagas está sendo feita por meio de um Seminário de Profissões realizado nas escolas para apresentar aos estudantes as perspectivas do mundo do trabalho e renda.  A exposição aborda o perfil das diversas profissões relacionadas aos cursos ofertados, bem como suas contribuições à sociedade. Além do Seminário, as vagas também estão sendo divulgadas na mídia radiofônica e televisiva locais por meio do Instituto Dom Moacyr.

A seleção dos candidatos inscritos será por meio de sorteio público realizado pela Secretaria de Educação no dia 22 de junho às 9h da manhã na sede da SEE. As inscrições devem ser feitas entre os dias 12 e 19 de junho na escola em que o candidato esteja matriculado. O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 27 no Diário Oficial do Estado.