Figurinos em debate: reflexões sobre a criação, concepção e produção de figurinos nos grupos de teatro do Acre

Nesta quarta-feira, 29, A Usina de Arte, por meio do Núcleo de Artes Cênicas, realiza um encontro sobre figurinos. A atividade foi idealizada e organizada pela atriz e professora de teatro Claudia Toledo, que ministrará o curso de Formação Inicial e Continuada Figurinista na Usina, ofertado pelo governo do Acre por meio do Instituto Dom Moacyr e Fundação Elias Mansour.

A ideia é promover um debate sobre os processos de criação e produção dos figurinos dos grupos de teatro de Rio Branco e instigar uma reflexão sobre as dificuldades enfrentadas diante da falta de profissionais com formação nessa área.

IMG-20170329-WA0001

O trabalho do figurinista é interpretar a proposta do roteiro, seja de uma peça de teatro, de um filme, show etc e, partir dela, pesquisar, idealizar e criar, ou mesmo recriar, peças (roupas, adereços e acessórios) que irão caracterizar os personagens para que haja harmonia de sentido e significação com o todo da obra.

A profissão de figurinista no Brasil ainda não tem o reconhecimento que merece, muitos que atuam são autodidatas e aprendem, na prática, as habilidades da profissão, visto que há poucos cursos voltados para a formação específica desses profissionais. Em Rio Branco, raramente acontecem ações de formação nessa área. No Acre, essa carência é enorme, por isso, a oferta do curso FIC Figurinista na Usina de Arte representa uma rara oportunidade de capacitação e atualização profissional na área de figurino.

A atividade é destinada aos alunos do curso Figurinista, a estudantes de Artes Cênicas, profissionais do teatro, cinema, dança, manifestações populares e demais interessados no tema.

O debate terá início às 18h30, no teatro da Usina. O evento traz ainda uma exposição de figurinos de personagens icônicos de espetáculos conhecidos do público acreano.

Claudia Toledo ressalta que “o evento é uma oportunidade para os alunos do curso conhecerem sobre os processos de concepção e criação dos figurinos e sobre o trabalho dos grupos teatrais da cidade.”

Figurinos em Debate terá a participação dos grupos: Cia Visse e Versa, Cia Garatuja, GPT, Aguadeiro, Cia Expressão e Macaco Prego da Macaca.