ENCERRAMENTO DO ANO LETIVO DE 2014 – ALUNOS APRESENTAM MOSTRA DE TRABALHOS ARTÍSTICOS

No último dia 10 de dezembro, alunos dos cursos de Arte Dramática, Técnico em Áudio e Vídeo e Artes Plásticas da Usina de Arte encerraram o ano letivo com a realização de uma mostra artística. A mostra expôs o resultado dos estudos desses alunos no 2º Semestre de 2014 e contou com aprestação de performance teatral, exibições audiovisuais e exposição de trabalhos de desenho e pintura. A Usina recebeu amigos e familiares dos alunos confira algumas fotos:
IMG_2933IMG_2931IMG_2954IMG_2974IMG_3003 (2)
Fotos: Ycla Emelly

OFICINAS INTEGRADAS DE AUDIOVISUAL COM FOCO NA PRODUÇÃO DOCUMENTÁRIA COM SÉRGIO DE CARVALHO

Dando continuidade às sua ações de formação, A Usina de Arte promove, a partir do dia 10 de dezembro de 2014, oficinas integradas de qualificação na área do audiovisual. As oficinas serão gratuitas e direcionadas especialmente aos alunos dos cursos técnicos em Produção de Áudio e Vídeo da Usina, porém, quem estiver interessado em participar, pode fazer sua inscrição e concorrer às oito vagas disponibilizadas para a comunidade. Essas vagas serão garantidas aos 8 primeiros candidatos inscritos nos módulos.

As inscrições devem ser feitas até 18h do dia 8/12/2014. Os candidatos que concorrerão às 8 vagas abertas à comunidade serão informados sobre sua participação aqui no blog e via msg de texto no celular. Serão ofertados dois módulos integrados. Período: de 10 a 22 de dezembro. Carga horária: 2 módulos de 20 horas (módulo I – dias 10, 11, 12, 15, 16; módulo II – dias 17, 18, 19, 20 e 22 de dezembro) Local: Cineclube Aquiry, na Usina de Arte. Os participantes que cumprirem carga horária mínima de 75% receberão certificado.

Esta ação faz parte do Projeto Artístico e Cultural para Usina de Arte e Teatro Plácido de Castro, financiado com recursos federais por meio da Lei Rouanet. A realização é do governo do Estado, por meio da Fundação Elias Mansour (FEM) e Instituto Dom Moacyr. Mais informações pelo telefone 9923-4987.

As oficinas integradas e livres de Cinema e Vídeo terão foco na produção documentária, serão ministradas por Sérgio de Carvalho e acontecerão por meio de aulas teóricas e experimentações e propõe uma visão do gênero documentário em suas diferentes linguagens e a realização de um exercício prático de filmagem. Serão exibidos e discutidos trechos de filmes, marcos na história do documentário, com o objetivo de ampliar o repertório audiovisual dos participantes e refletir sobre as opções estéticas, éticas e políticas dessas produções audiovisuais. Também discutirão o papel do roteiro no documentário e as imprevisibilidades inerentes ao gênero.

Encerramento de Cursos na Usina de Arte João Donato

Na próxima quarta-feira, dia 10 de dezembro de 2014, às 19h, o governo do Acre, por meio do Instituto Dom Moacyr e da Fundação Elias Mansour, realizará o encerramento de cursos livres da Usina de Arte em evento que trará a exposição de painéis desenhados e pintados pelos alunos dos cursos de Desenho e de Aquarela e performance cênica desenvolvida pelos alunos do curso de Intérprete Teatral.

Alunos do Curso de Desenho Básico para Crianças produzindo ilustrações

Alunos do Curso de Desenho Básico para Crianças produzindo ilustrações

Os desenhos e aquarelas dos painéis são uma releitura de obras de artistas famosos no mundo da pintura acadêmica e da arte pop. A proposta foi a de estimular ao máximo a criatividade individual dos alunos ao tentarem recriar as obras. Eles aprenderam que “reler” uma obra é totalmente diferente de procurar apenas reproduzi-la, pois é preciso interpretar aquilo que se vê e usar a criatividade.

Alunos do Curso de Intérprete Teatral realizando exercícios corporais

Alunos do Curso de Intérprete Teatral realizando exercícios corporais

A performance cênica é resultado de experimentações do repertório de exercícios de expressão corporal e vocal, percepção do corpo em relação com o espaço e com o outro e de jogos teatrais.

Alunos do Curso Técnico em Produção de Áudio e Vídeo (turma tarde)

Alunos do Curso Técnico em Produção de Áudio e Vídeo / PRONATEC (turma tarde)

No evento, os alunos das duas turmas dos cursos técnicos em Produção de Áudio e Vídeo/PRONATEC da Usina de Arte também estarão exibindo suas produções audiovisuais realizadas como exercícios práticos durante os três primeiros módulos de estudo dos cursos.

Sintam-se todos convidados a prestigiarem o evento.

NÚCLEO DO OLHO E CIA VISSE E VERSA SE APRESENTAM ESTA SEMANA NA USINA DE ARTE

Espetáculo Comédia Del´ Acre com a Cia Visse & Versa

Espetáculo Comédia Del´ Acre com a Cia Visse & Versa

Espetáculo Vade Retro - A História do Homem que vendeu a alma ao diabo e quase perdeu o seu amor, com o Núcleo do Olho

Espetáculo Vade Retro – A História do Homem que vendeu a alma ao diabo e quase perdeu o seu amor, com o Núcleo do Olho

Núcleo do Olho e Cia Visse e Versa se apresentam nos dias 09, 11 e 12 de dezembro na Usina de Arte João Donato. As apresentações contarão com a participação de alunos das escolas da rede pública de ensino Adalberto Sena, Raimundo Gomes e Alcimar Nunes Leitão e são abertas a toda a comunidade. Esta ação faz parte do Projeto Atístico e Cultural para Usina de Arte e Teatro Plácido de Castro.

Serviço

Dia 09 de dezembro – Espetáculo Vade Retro com o Núcleo do Olho: 1ª Sessão às 10h e 2ª Sessão às 16h

Dia 11 de dezembro – Espetáculo Comédia Del´Acre com a Cia Visse & Versa às 16h

Dia 12 de dezembro – Espetáculo Comédia Del´Acre com a Cia Visse & Versa às 10h

Entrada Franca

O MÚSICO E EDUCADOR MUSICAL MARCELO CAIRES INICIA OFICINA PELO PROJETO ARTÍSTICO E CULTURAL

MARCELO CAIRESMARCELO CAIRES2

O músico e educador musical Marcelo Caires iniciou nesta segunda-feira, 08 de dezembro, a oficina Conjuntos – Percursos Formativos voltada a educadores musicais do Estado. A oficina tem por objetivo a reflexão prático expositiva do trabalho em equipe no campo da música e da educação musical, além de promover capacitação pedagógica para a sensibilização e a iniciação à linguagem musical.

Marcelo Caires Luz é Músico e Educador Musical, ministra cursos para professores da Educação Básica e em escolas de música de todo o país. Entre outras IES, foi professor do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie-SP e fundador do Centro de Desenvolvimento Musical Caires em SP Capital (www.cdmcaires.mus.br) o qual esteve à frente na direção executiva pedagógica por 16 anos (1991-2006). Como Mestre em Gerontologia (PUC/SP) e professor de Comunicação Social pesquisa a área de Envelhecimento, Saúde, Qualidade de Vida e Comunicação Social: linguagem audiovisual e os aspectos interdisciplinares entre envelhecimento e os instrumentos midiáticos (mitos e estigma da velhice). É autor de uma metodologia exclusiva de Escuta Sensível (sonoplastia no audiovisual) e do livro “Educação Musical na Maturidade”. Com oficinas de música, atua para um envelhecimento saudável em adultos e idosos; intervém com sessões de estimulação motora, emocional e cognitiva em idosos institucionalizados ou não; com Alzheimer ou não. Foi professor convidado do SESC SP e PR. Atualmente é pesquisador/professor convidado do SESC AC, Regional Rio Branco, onde realiza projetos de Música e Educação Musical para a Qualidade de Vida e para as saúdes SOCIAL, MOTORA, EMOCIONAL e COGNITIVA junto ao Programa Institucional TSI – Trabalho Social com Idosos.

O ESPETÁCULO “Caprichosa Voz que vem do Pensamento” ESTRÉIA NA USINA DE ARTE por Rose Farias

caprichosa 2

O encontro de uma bailarina, um músico e um diretor de teatro, resultou em “Caprichosa Voz que vem do Pensamento”. O espetáculo dirigido por Aderbal Freire-Filho terá apresentações nos dias 12 e 13 de dezembro às 20 horas, e 14, domingo, às 19 horas, na Usina de Arte João Donato, em Rio Branco. O projeto foi contemplado pelo Prêmio Funarte de Dança Klaus Vianna e circulará pelo Paraná e Rio Grande do Sul. A entrada é franca.

A ideia inicial nasceu de uma série de exercícios de escuta desenvolvidos pela bailarina Maria Alice Poppe e pelo compositor Tato Taborda. Um mergulho nos conceitos de consciência corporal e sonora, comuns aos dois artistas em suas respectivas formações.

“Esses exercícios que, partindo da ideia da escuta como símbolo de receptividade irrestrita, exploram os diferentes modos de relação entre  música e movimento”, explica Maria Alice. Esse processo naturalmente levou os dois ao cruzamento das fronteiras que separam o gesto musical do gesto coreográfico.

“Caprichosa Voz que vem do Pensamento” é uma conversa franca e fluente entre dança e música, entreouvida e amplificada por um experiente encenador.

Inventividade, humor e poesia

Com a entrada do diretor teatral Aderbal Freire-Filho no processo, que pela primeira atua em um espetáculo de dança, os jogos de improvisação foram sendo organizados em uma dramaturgia abstrata, quase delirante, construindo um processo extremamente rico onde os papéis da bailarina, músico e encenador foram se entrelaçando ao ponto de dissolverem-se e perderem-se uns nos outros, incorporando nesse fluxo referências à literatura, mágica, pintura, circo e rádio-teatro.

O resultado é um espetáculo que ocupa um território original na interseção das suas três áreas principais, com uma combinação de inventividade, humor e poesia que irradiam a curiosidade típica de crianças que brincam com os brinquedos umas das outras.

O projeto tem o apoio cultural do governo do Estado, por meio da Fundação Elias Mansour (FEM).

Serviço

12 e 13 de dezembro (sex e sab) – 20h

14 de dezembro (domingo) – 19h

Entrada Franca (os ingressos serão distribuídos na bilheteria da Usina de Arte com uma hora de antecedência da hora marcada para início do espetáculo)

CAPRICHOSA

PROJETO ARTÍSTICO E CULTURAL REALIZA OFICINAS DE MÚSICA ABERTAS À COMUNIDADE

LIDSON

OFICINA: Técnica Vocal voltada para o Canto Coral com Lidson Martins

 

Início: 10 de dezembro

Horário: das 18h às 21h

Sobre a oficina: Nesta oficina será abordado o nível técnico, performático, interpretativo e estético do cantor dentro da Música Coral.

Sobre o oficineiro: Cantor Profissional, Graduando em Música pela Universidade Federal do Acre. Vem desenvolvendo trabalhos como regente e cantor dentro da Música Coral ao longo dos anos, com participação em oficinas, cursos e workshops. Iniciou seus estudos em Canto Coral na ONG Musicalizar, aos 12 anos, e desde então começou a trabalhar como monitor e cantor nos corais institucionais de Rio Branco, tais como: Coral da Juventude – SEJA, Coral da PMAC/Coral Estrela do Acre, Coral do Tribunal de Contas do Estado, Coral dos Servidores do Estado, Coral da Prefeitura de Rio Branco, Coral com Reeducandas do IAPEN, Madrigal do SESC. Foi regente do Madrigal do Acre, Coral da Paróquia Santa Inês, Coral da Catedral Nossa Senhora de Nazaré, Coral da Paróquia Santa Rita de Cássia. Ministrou cursos e oficinas voltadas a Técnica Vocal em diversas igrejas de Rio Branco. Foi Solista na 1º apresentação do Réquiem, de Mozart, acompanhado pela Orquestra Filarmônica do Acre. Também foi solista na Ópera Aquiry “A Luta de um de um Povo”, de Mario Brasil. Participou do 27º e 29º Curso Internacional de Música de Verão de Brasília, onde foi selecionado para integrar o Coro de Câmara do referido evento. Atualmente é professor de Coro Infantil e Canto Coral na Escola de Música do Acre. Também é Cantor no Grupo Matizes e regente do Coro da Assembleia Legislativa do Acre.

Público Alvo:  Estudantes de Música, Coristas e Comunidade em geral.

Faixa Etária: a partir de 14 anos

JOÃO GABRIEL BRITO

OFICINA: Percussão Popular com João Gabriel Brito

Início: 10 de dezembro

Horário: das 18h às 21h

Sobre a oficina: A oficina tem como objetivo desvendar a instrumentação percussiva de ritmos populares brasileiros, como samba, côco e xote,

Sobre o oficineiro: João Gabriel Brito é músico percussionista Licenciado em música Pela Universidade Federal do Acre e pesquisador de ritmos brasileiros e afro-brasileiros. iniciou sua vida musical entre bandas de fanfarras e grupos de música regional de Rio Branco. Atua como percussionista da Orquestra Filarmônica do Acre a Mais de Dez anos. Participou de festivais  internacionais de musica em Curitiba/PR e Santa Maria /Rs. Na Musica popular acompanhou vários compositores e intérpretes acreanos como Chico Chagas e a banda Caldo de Piaba. Atualmente atua como professor de bateira e percussão na Escola Acreana de Música.

Público Alvo:  estudantes de música e comunidade em geral

Faixa Etária: a partir de 14 anos

INSCRIÇÕES: Informações pelos telefones 68-3229.6892 e 68-3229.4918