Espetáculo Mistero Buffo

Image

Formado pelos atores Domingos Montagner (Salve Jorge e Joia Rara) e Fernando Sampaio, o Grupo La Mínima, de São Paulo, apresenta o espetáculo “Mistero Buffo“, escrito em 1969 e continuamente representado e modificado em função da resposta do público. A obra é considerada o símbolo da frota textual do italiano Dario Fo (Nobel de Literatura, agraciado com o título em 1997, e também o dramaturgo vivo mais representado no mundo). Trata-se de um texto político, dos mais claros, desde suas primeiras apresentações.

Dario retorna à Idade Media, à maneira que os jograis – conjunto de pessoas que declamam, lendo trechos literários, divididos em partes individuais e corais -, interpretavam a Bíblia e o Evangelho, para encenar suas parábolas do comportamento do poder e de quem está submetido a ele. No total, são mais de 20 monólogos baseados em episódios sacros, com delicado respeito e sincera emoção.

mistero-buffo-e-flyer-modelo-2-800px-APROVADO

INSPIRAÇÃO

Os dramas litúrgicos que contavam as histórias de Cristo e sua Paixão eram denominados de “mistérios”, durante o período medieval. Havia, no entanto, versões mais populares, geralmente realizadas por jograis. Para o povo, o teatro (e o teatro grotesco, em particular) sempre foi o meio principal de expressão, de comunicação e, também, de provocação de ideias.

Dario Fo, inspirado em suas pesquisas, recolheu episódios de jograis (giullarata, em italiano), adaptou-os à realidade atual e deu-lhes o título de Mistero Buffo. Exatamente por se tratarem de “mistérios” feitos em tons bufos ou profanos. O espetáculo reúne quatro destes quadros, adaptando-os à linguagem do palhaço.

A Ressurreição de Lázaro: do século 15, fala de um milagre muito conhecido, transformado num grande evento de celebridades.

O Cego e o Estropiado: uma moralidade do século 14, registrada por escrito graças a um grande jogral, Jean Lavy. É a história de dois miseráveis que se encontram e bolam um plano para pedir esmolas juntos. Mas, no caminho se encontram com um tal de Jesus Cristo…

O Louco e a Morte e O Jogo do Louco Debaixo da Cruz: estes quadros fazem parte dos chamados monólogos da paixão. Uma voz emocionada e inconformada contra os desígnios implacáveis dos desfavorecidos.

CONFERÊNCIA

O grupo realiza, ainda, a conferência “A Dramaturgia do Palhaço”. A ideia é que os participantes conheçam os conceitos do La Mínima e a importância do palhaço dentro da dramaturgia ocidental. O encontro será no domingo, 26, às 15 horas, no Teatro Plácido de Castro.

Teaser do espetáculo: https://www.youtube.com/watch?v=iL_JLgvAvEs

ESPETÁCULO

Quando: Dia 25, às 20h, e 26 de janeiro, às 19h
Local: Teatro Plácido de Castro –
Investimento: Ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia entrada)
Contato: (68) 3224-6090

(Agência de Noticias do Acre)

Anúncios

Divulgação dos selecionados para as Oficinas de Voz e Comunicação – Arte de Comunicar

Selecionados para as Oficinas de Voz e Comunicação – Arte de Comunicar

Com as inscrições encerradas no dia 19 de dezembro, o projeto “Arte de Comunicar – Oficinas de Voz e Comunicação” idealizado pela Fonoaudióloga e Coach Gabriela Lima, teve muita procura, principalmente para a Oficina de Nível Básico. Devido o número de inscrições ter ultrapassado a quantidade máxima de vagas foi dada preferência aos chamados “profissionais da voz” que primeiros se inscreveram.

Abaixo estão as listas dos selecionados para o Workshop (inscrições já efetivadas) e dos pré-selecionados para as Oficinas de Nível Básico e Avançado. Estes ainda deverão comparecer a Usina de Artes João Donato, no horário de 8h30 às 12h e de 14h30 às 18h,  com o Termo de Compromisso preenchido, até o dia 8 de janeiro, para efetivar a inscrição. Esse documento dá a garantia de que o aluno irá participar de, pelo menos, 75% da carga horária total da oficina, dando direito ao certificado de participação da oficina.

Acesse aqui o termo de compromisso —> TERMO DE COMPROMISSO Jan2014

O projeto foi aprovado pelo edital 2013 da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, ao Desporto, Preservação e Manutenção do Patrimônio Histórico e Cultural do Município de Rio Branco – Lei nº 1.324/99, da Fundação Municipal de Cultura Garibaldi Brasil, com patrocínio da UNINORTE, apoio da Miragina, Zinguer, Colégio Meta, Corujão Arte e Governo estadual através do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest).

O encerramento das oficinas ocorrerá no dia 15 de fevereiro, às 19 horas, com apresentação de um mini-sarau realizado pelos alunos, aberto ao público, como produto final das oficinas.

Pré-selecionados para a Oficina de Voz e Comunicação Nível Básico

Oficina de 13 a 23 de janeiro, das 19 às 22 horas, na Usina de Arte João Donato, (CH: 30h).

Adriana Maria de Souza Pinto

Andréa Kássia Araújo Anastácio

Arthur de Andrade Fontenelle

Camilla Wolter Albuquerque

Catharine Ávila da Silva

Diana de Araújo Barbosa

Edilene Martins da Silva

Edla Maria de Araujo

Eliuda Nacimento de Araujo

Isabelle Adriane de Oliveira Nascimento

Keyla Tomé Gama

Klybe Oliveira da Costa Xavier

Lucas Henrique Ganum Araújo

Maria Isabel Rodrigues Medeiros

Márcia Farias de Oliveira

Mariluz da Silva Serato

Rejany Cristina de Brito Lima Barcelos

Renan Pereira de Souza

Ruth Gomes da Silva Garcia

Vanúcia Alves da Silva

 

Selecionados para o Workshop de Voz e Comunicação (inscrições efetivadas)

De 25 a 26 de janeiro, das 9 às 17 horas, no Colégio Meta, (CH: 12h).

Ailton de Queiroz Cavalcante

Ayme Gomes Silva

Camila Lima Falcão

Cláudia Gomes da Silva

Elizonete De Souza Sampaio

Estefani de Oliveira Marinho

Fabrícia da Silva Freire Rodrigues

Felipe Simon Hid

Hadaissa Caroline Oliveira de Menezes

Iago Endrigo Nogueira Freitas

Jaqueline Sousa de Araujo

Jayne dos Santos Barroso

João Paulo Lima da Silva

Johnathan Cunha de Albuquerque

Jorge Silva do Nascimento

José Luiz Melo da Silva

Julio Veras de Almeida e Silva

Leila Maria Bona Bezerra Azevedo

Lucas Maná de Aquino

Luiz Fernando dos Santos

Maria Eronildes Castelo Nogueira

Nilza Santos Lourenço Viégas Matos

Ocimar Leitão Mendes

Paloma de Oliveira Ramos

Railine Souza Moura

Samara dos Santos Lira

Sergieti Gomes Cabral

Silvana Braz de Azevedo

Suena Sampaio Vidal

Taís de Souza Arruda

Pré-selecionados para a Oficina de Voz e Comunicação Nível Avançado

De 3 a 13 de fevereiro, das 19 às 22 horas, na Usina de Arte João Donato, (CH: 30h).

 

Ana Beatriz Alvarez

Ana Cristina Ferraz de Carvalho

Antônio Sérgio de Carvalho e Souza

Bruno Moura da Costa Lima

Cássia Bispo de Lima

Deivid de Menezes Bezerra

Evaldo Pereira Ribeiro

Gabriela Cunha de Oliveira

Glauber Jansen

Jeffeson Antonio da Silva Ramos

Kelly Shirley Silva do Nascimento

Kelmy Chagas Aguiar

Luciene de Bittencourt Martins

Marisete Alves Paiva

Marly Batista Vieira da Silva

Naliny Arantes Bezerra

Rodolfo Elias Minari