Trajetórias Artes Visuais apresenta nesta edição a produção visual do artista plástico acreano Sansão Pereira

SAM_5839 (1)

Trajetórias – Artes Visuais é uma ação do Núcleo de Artes Visuais da Usina de Arte João Donato e tem como proposta aproximar a comunidade da trajetória de artistas visuais acreanos.

Esta ação pretende, além de realizar um ciclo de exposições artísticas, criar espaços de interação e troca de saberes dando visibilidade à produção das artes visuais no Acre.

Todas as exposições serão acompanhadas de projetos educativos onde artistas, alunos, professores e toda a comunidade poderão vivenciar, por meio de oficinas, palestras, debates, conversas com artistas ou visitas guiadas a prática nas artes visuais.

Trajetórias Artes Visuais apresenta nesta edição a produção visual do artista plástico acreano Sansão Pereira.

Sansão Campos Pereira

De formação acadêmica, sua obra impressionista revela traços de mestre consagrado, enfatizando a beleza das paisagens, marinhas, retratos de uma figuração excepcional e imagens exultantes e mágicas da floresta amazônica, mostrando a força de sua origem acreana. Suas pinturas revelam diferentes fases estilísticas, décadas de uma existência frutuosa atestada por olhares minuciosos, nas inúmeras exposições individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Já expôs na Alemanha, Argentina, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos da América, França, Japão, México, Paraguai, Portugal e Uruguai.

Sansão Pereira nasceu no Acre, no seringal Catapará, numa clareira no meio da selva amazônica. Saiu do Acre para cursar engenharia elétrica na Universidade da Califórnia, onde se formou em 1951. Mas o gosto pela arte e a vontade que o levava sempre a pintar todos os finais de semana aliou-se à engenharia. Em 1945, o artista iniciou também estudos de pintura na Oakland School of Art.

Após a conclusão de seus estudos na Califórnia, voltou para o Brasil para exercer durante quase 30 anos a profissão de engenheiro elétrico. Passou por empresas de construção e engenharia e dirigiu projetos de envergadura em diversas usinas pelo país a fora, como as elevatórias subterrâneas do Rio Guandu no Rio de Janeiro durante o governo de Carlos Lacerda, e a estação de bombeamento do Rio Torto em Brasília. Foi diretor técnico do moinho inglês e um dos sócios da empresa Serva Ribeiro Engenharia S.A. Foi ele quem construiu a primeira usina de luz do Acre.

 “Fui muito feliz na minha escolha. As artes plásticas é uma atividade que me dá prazer até hoje e vou pintar telas até o fim de minha vida”, afirma Sansão, que hoje mora com a família no Rio de Janeiro.

Sansão Pereira é sem dúvida, na atualidade, um dos maiores mestres das artes plásticas do Brasil.

Vernissage

Dia 08/08, às 17h

Local: Usina de Arte João Donato (Galeria Chico da Silva)

A exposição permanecerá na Galeria Chico da Silva de 08 a 30 de agosto 2013, aberta a visitações no horário das 09h às 12h e 14h30 às 18h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: