I MISTURARTE – EVENTO MULTICULTURAL

Os alunos dos cursos FIC’s – PRONATEC, da Usina de Arte, estão encerrando suas atividades formativas e estão promovendo o I MISTURARTE – EVENTO MULTICULTURAL.

A Feira acontecerá nos dias 02 e 03 de fevereiro, com entrada franca na Usina de Arte João Donato no horário das 17 às 22hs. Dentre as atividades, que envolvem da gastronomia á moda, o evento está realizando um concurso de culinária, cujas inscrições podem ser feitas na própria Usina e o edital encontra-se a disposição através do link:https://docs.google.com/document/d/1OkxG1pSqjwknHmhPx_NJyE3PPavRoFCCIaPwVLoinKM/edit

Mais informações: usinadearte.acre@gmail.com

Programação:

Sábado – 02/02/2012
17h00 – Abertura, Praça de Alimentação, Exposição de Artes, Artesanato e Brechó
18h00 – Conto – A História Multicultural do Acre – Clenilson Batista
19h00 – Concurso Gastronômico – Degustação (Jurados e Convidados)
19h30 – Show de Malabarismo
20h30 – Desfile – Moda de Brechó, Roupas Recicladas e Biojóias;
21h30 – Show Musical – Bando da Vila

Domingo – 03/02/2013
17h00 – Abertura, Praça de Alimentação, Exposição de Artes, Artesanato e Brechó
18h00 às 19h30 – Atividades de Artes Integradas
20h00 – Mostra Cinematográfica
20h30 – Concurso Gastronômico – Apuração dos Votos e Premiação
21h00 – Show Musical – Clenilson Batista

“Trajetórias – Artes Visuais” abrigará exposição de Clementino Almeida e Mardilson Torres

Depois do artista plástico Ivan Campos, o programa “Trajetórias – Artes Visuais” receberá a exposição “Mitos”, de Clementino Almeida e Mardilson Torres. O vernissage está marcado para esta sexta-feira, 18, às 19h, na Galeria Chico Silva, localizada na Usina de Arte. As obras retratam personagens famosos mundialmente, como Che Guevara, Marina Silva e Charles Chaplin, e ainda entram na realidade acreana, a prova disso é um quadro que homenageia o militante político Abrahim Farhat, o Lhé.

Levar “Mitos” para a Usina de Arte surgiu do contato que a dupla já tinha com o espaço, ambos foram alunos do curso de artes visuais da instituição. “Eles realizaram a exposição na Galeria de Arte Juvenal Antunes, em novembro passado, e propuseram trazê-la para cá neste mês de janeiro. É uma parceria que casa bem com a nossa proposta de aproximar os artistas da comunidade, para que o acreano sempre possa, gratuitamente, ter acesso à produção cultural do lugar onde vive”, explica Carol Di Deus, diretora.

A mostra permanecerá aberta ao público do dia 21 deste mês a 28 de fevereiro, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h. Realizada pela Fundação Elias Mansour (FEM), a ação integra o Projeto Artístico e Cultural da Usina de Arte e Teatro Plácido de Castro. “Artistas, alunos, professores e toda a comunidade poderão vivenciar a prática nas artes visuais por meio de oficinas, palestras, debates, conversas com os artistas e visitas guiadas”, lembra Carol Di Deus.

Sobre os artistas
Vernissage da exposição Mitos nesta sexta-feira, 18, às 19h, na Galeria Chico Silva, na Usina de Arte.jpg Vernissage da exposição Mitos nesta sexta-feira, 18, às 19h, na Galeria Chico Silva, na Usina de Arte
Vernissage da exposição Mitos nesta sexta-feira, 18, às 19h, na Galeria Chico Silva, na Usina de Arte.jpg Vernissage da exposição Mitos nesta sexta-feira, 18, às 19h, na Galeria Chico Silva, na Usina de Arte

Clementino Almeida começou a pintar na infância, quando ainda residia no Seringal Bom Lugar, em Xapuri. Fez trabalhos publicitários, atuou como desenhista ilustrador para livros e cartilhas didáticas, participou de várias edições do prêmio Salão Hélio Melo de Artes Visuais e teve suas obras vendidas para países como Chile, Canadá, Dinamarca e Eslovênia, além de outros estados do Brasil.

Diferentemente do amigo, a primeira exposição de Mardilson Torres só ocorreu há dois meses. Quando criança, o menino, natural do Bujari, costumava usar o irmão mais velho como modelo para desenvolver o seu tracejado. Os gibis e as histórias em quadrinhos serviram para o seu treino e, por volta dos 8 anos, ele já reproduzia os personagens de sucesso da Marvel Comics, como o Homem-Aranha e o Capitão América.

Os artistas participaram de várias oficinas e cursos de capacitação. Estudaram no Instituto Universal Brasileiro, por correspondência, na Usina de Arte João Donato e ainda graduaram-se no curso de artes visuais, a distância, pela Universidade de Brasília (UnB). Atualmente, as obras ganhadoras do 5º Salão Hélio Melo “Mergulho no Rio Mágico”, de Clementino, e “Mercado Úmido e Noturno”, de Mardilson, podem ser apreciadas na Galeria de Arte Juvenal Antunes, na FEM.

Por André Gonzaga (Assessoria FEM)
Fonte: http://www.agencia.ac.gov.br/index.php/noticias/cultura/22153-trajetorias-artes-visuais-abrigara-exposicao-de-clementino-almeida-e-mardilson-torres.html

CONCERTO – PIANO POPULAR COM O MÚSICO ACREANO CHICO CHAGAS

Chico Chagas

O músico acreano Chico Chagas realiza nesta quinta-feira, 03, um concerto de piano popular, Chico Chagas – Piano Solo, às 20h, na Usina de Arte João Donato.

Chico interpretará alguns de seus ídolos como Piazzolla, Chick Corea, Tom Jobim, Thelonius Monk, Ernesto Nazareth, Chiquinho Arigó, Jorge Cardoso, Michel Legrand, Luiz Gonzaga, Milton Nascimento Chopin, Chaplin e clássicos do Jazz americano.
Estudante de piano clássico, piano jazz e um experiente músico do segmento popular, Chico nos convida para essa viagem pelas trilhas de suas melodias e compositores favoritos. Chico promete um show intimista e emocionante. Recomenda-se trazer um lenço.

Local: Usina de Arte João Donato (Avenida das Acácias – Distrito In dustrial, ao lado do Buffet Maison Borges)

Horário: 20h00

Entrada Franca

Informações: 68-3229.6892