Usina de Arte certifica nova turma de artistas

Depois do sucesso da temporada de “Inservíveis”, a Fundação Elias Mansour (FEM), por meio da Usina de Arte, entregou os certificados de conclusão de curso, em diversas áreas, para 23 alunos da instituição. A solenidade reuniu representantes de entidades culturais na última segunda-feira, 1º, como a Fetac, a AAPA e o Concultura, e ainda os diretores-presidentes do Instituto Dom Moacyr (IDM), Marcos Brandão, e Francis Mary Alves, da FEM.

O espetáculo foi a etapa final de preparação antes da formatura. Uma produção coletiva que envolveu as turmas de Artes Visuais, Música e Teatro, do Núcleo de Formação da Usina de Arte, em harmonia com o Grupo XIX de Teatro, de São Paulo. A obra repercutiu tão bem que, a cada final de semana, havia mais gente querendo assistir e conhecer os novos artistas.

“Nas três últimas apresentações, dias 28, 29 e 30 de setembro, muitos tiveram que voltar para casa, já não havia mais espaço para acomodar a plateia. Ficamos impressionados com o público”, comenta Carol Di Deus, diretora da Usina. Durante a cerimônia, o ator Paulo Arcuri, do Grupo de Teatro XIX, leu um texto que emocionou a todos. “Essa experiência marcou o fechamento de um ciclo transformador de cada um de vocês”, disse.

Lorhaynna Bancalari, aluna da Usina, recebe o certificado de Paulo Arcuri, do Grupo de Teatro XIX (Foto: Val Fernandes)

Lorhaynna Bancalari, aluna da Usina, recebe o certificado de Paulo Arcuri, do Grupo de Teatro XIX (Foto: Val Fernandes)

Com muito carinho, Arcuri ainda falou de sua chegada a Rio Branco, até o resultado final do espetáculo, e de como agora o Acre tornou-se um lugar que não é mais distante. Além dos ensaios e da preparação, Paulo esteve presente como espectador, aplaudindo, cheio de orgulho pelo que viu. Também Francis Mary se emocionou, classificando como “além das expectativas” o trabalho: “Pude me revisitar ao assistir à peça, principalmente pela dramaturgia, que está permeada pela força da identidade cultural do acreano. Esses artistas podem prosseguir, podem construir algo novo juntos. Eles estão prontos!”, comentou.

Francis Mary Alves, diretora-presidente da FEM, prestigiou a solenidade na Usina (Foto: Val Fernandes)

Francis Mary Alves, diretora-presidente da FEM, prestigiou a solenidade na Usina (Foto: Val Fernandes)

“A arte muda a gente, é um processo rico, dá um novo significado à forma de desenvolvermos um sentimento de pertencimento ao mundo. E essa é uma responsabilidade grande, fazer com que as pessoas se transformem”, afirmou Marco Brandão, do IDM.

Marco Brandão (à esquerda), diretor-presidente do Instituto Dom Moacyr (IDM) marcou presença na formatura (Foto: Val Fernandes)

Marco Brandão (E), diretor-presidente do Instituto Dom Moacyr (IDM), marcou presença na formatura (Foto: Val Fernandes)

Como disse Cláudia Toledo, professora de arte dramática da Usina, “o período de formação chegou ao fim, mas agora algo muito maior está para acontecer. Esses alunos já estão sendo convidados para entrar em grupos de teatro, e outros querem formar a sua própria companhia, com o seu próprio jeito. O mais importante é que, nessa luta pela arte e pela cultura, estejamos sempre juntos, consolidando esse processo”.

Por André Gonzaga (Assessoria FEM)

Fonte: http://www.agencia.acre.gov.br/index.php/noticias/cultura/21211-usina-de-arte-certifica-nova-turma-de-artistas.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: