projeto PONTO BRASIL

Em agosto desse ano, recebemos a visita do projeto do PONTO BRASIL.

O projeto Ponto Brasil realizado pela TV Brasil, percorreu 13 estados do país, entre eles o Acre,  realizando oficinas de produção audiovisual coletiva unindo uma rede de mais de 100 coletivos audiovisuais, ligados a pontos de cultura , movimentos sociais, artísticos, étnicos e etc.  Foram 130 vídeos, cada um deles desenvolvidos desde o esboço de idéia à edição final.

E o resultado disso são programas de meia hora de duração, composto por pacotes de vídeos curtos de variadas estéticas e formatos.

Em Rio Branco, o fruto  desse trabalho colaborativo foi a realização de quatro curtas produzidos por 10 realizadores acreanos, que foram exibidos  quarta-feira (16/09),  às 19h no SESC Centro, onde ocorreu o Pré-Lançamento de dois programas com o tema CidadesRetratos do projeto.

Cartaz de divulgação do pré-lançamento realizado em Rio Branco.CARTAZ PONTO BRASIL

Curtas-metragens:

SILÊNCIO

Sinopse: Um grupo de estudantes surdos se reúne cotidianamente num ponto central de Rio Branco, o Terminal Urbano. Alheios ao que ocorre em volta (trânsito, barulho, transeuntes, vendedores ambulantes e etc) eles batem papo alegremente usando a linguagem Libras.

Direção:
Felipe Cavalcanti

Produção:
Lucie Schreiner

Fotografia:
Felipe Cavalcanti e Marcelo Coutinho

Som direto:
Bruno Miranda

Edição:
Felipe Cavalcanti

SHANEIHU

Sinopse: Shaneihu Yawanawa nasceu na terra indígena Yawanawa,  Rio Gregório, município de Tarauacá-AC, 25 anos, filho de Ubiraci Yawanawa, cacique da tribo, neto do pajé  Yawa Iarani,   veio para Rio Branco há dois para estudar, atualmente cursa Administração de Empresas. E cantar é sua paixão.

Direção:
Isabelle Amsterdam e Rose Farias

Produção:
Juliana Machado

Fotografia:
Bruno Miranda e Marcelo Coutinho

Som direto:
Rose Farias, Juliana Machado e Paulo Tavares

Trilha Sonora:
Projeto Kanarô

Montagem:
Isabelle Amsterdam, Juliana Machado e Bruno Miranda

Edição:
Bruno Miranda

Elenco/Personagens:
Shaneihu Yawanawa e Kanah Matos Yawanawa

DE MONSTROS E LOUCOS TODOS TEMOS UM POUCO

Sinopse:
Regina é artista plástica, expõe em seus trabalhos, principalmente o que desenvolve com máscaras e esculturas, as diversas crianças que a acompanham assim como os demönios. Regina usa a arte para trabalhar questões internas e acessar a loucura dos outros, trabalhando com pessoas com transtorno mental.

Direção:
Isabelle Amsterdam

Produção:
Juliana Machado e Spartacos Alencar

Fotografia:
Bruno Miranda e Marcelo Coutinho

Som Direto:
Felipe Cavalcanti e  Paulo Tavares

Trilha Sonora:
Regina Primo

Montagem:
Isabelle Amsterdam, Felipe Cavalcanti e Bruno Miranda

Edição:
Bruno Miranda e Felipe Cavalcanti

Elenco/Personagens:
Regina Primo

CASA DO ÍNDIO

Sinopse: Os índios que vem pra cidade em busca de tratamento de saúde permanecem alojados na Casa do Ìndio administrada pela Funasa. Em geral vem acompanhados da família, como é da tradição.

A casa acolhe várias etnias, do Acre e sul do Amazonas. Diferenças culturais entre índios e brancos também estão no local.

Direção:
Sessé Damasceno

Produção:
Spartacos Alencar

Fotografia:
Marcelo Coutinho

Som direto:
Spartacos Alencar

Montagem:
Sessé Damasceno

Edição:
Felipe Cavalcanti

Elenco/Personagens:
Mário Meireles, Maria Kampa, Neca Kampa, Maria Evangelista

 

logomarca-transparencia_copy

Reunião da Câmara Temática de Audiovisual

Atenção, povo do audiovisual!

Reunião extraordinária no próximo sábado (17/10).

No sábado, dia 17, acontecerá a reunião extraordinária da Câmara Temática de Audiovisual. Qualquer pessoa que for ligada à área de audiovisual pode participar das reuniões. A reunião será realizada no Parque Capitão Ciríaco, a partir das 9 horas. A pauta da reunião está composta das Conferências de Cultura Municipal e Estadual, além da avaliação do I Fórum Setorial do Audiovisual.

Nos vemos lá!

Encontro com o CANNE

A  Diretora de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco, Isabela Cribari, estará em Rio Branco para realizar o evento “Conversando com o Canne”. O evento acontecerá no dia 17 de outubro às 16:00h, na Usina de Arte João Donato, com o fechamento do curso de Desenho de Som – Captação. O objetivo é dar transparência aos meios disponibilizados para fomentar a produção audiovisual das Regiões Norte e  Nordeste.  A ideia desse bate-papo, aberto ao público, é revelar os recursos disponíveis no Centro Audiovisual do Norte e Nordeste e os caminhos para acessá-los, trazendo à tona as dúvidas locais e regionais.


Atenciosamente,
Germana Pereira
Coordenadora-Geral Massangana Multimídia Produções/CANNE

Cineclube Aquiry

No próximo sábado(17/10) às 18horas o cineclube Aquiry exibirá:

O Silêncio, de Mohsen Makhmalbaf (1998)

Sinopse: Numa aldeia na fronteria entre o Irã e o Tadjiquistão, menino cego desenvolve um ouvido aguçado para construir o mundo que não consegue enxergar, através dos sons.

Quando: Todo sábado, às 18 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Cineclube Aquiry na Usina de Arte João Donato (Av. das Acácias, nº  01 – Distrito Industrial – Rio Branco)
Informações pelo telefone: 3229 6892
ou acesse: http://cineclubeaquiry.blogspot.com/

Cineclube Aquiry

No próximo sábado(10/10) às 18horas o cineclube Aquiry exibirá:

Üç maymun / 3 Macacos, de Nuri Bilge Ceylan (2008)

Sinopse: Contra todas as possibilidades, uma família tenta esconder as mentiras que a envolve para se manter unida. A fim de evitar dificuldades e responsabilidades que, de outra forma seriam impossíveis de suportar, a família opta por ignorar a verdade, não para ver, ouvir ou falar sobre isso. Como no jogo dos “três macacos”, escolheu ignorá-las, não vê-las, ouvi-las ou falar sobre elas. Mas esse jogo invalidaria a existência dos fatos?

Site Oficial: http://3monkeysmovie.com

Quando: Todo sábado, às 18 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Cineclube Aquiry na Usina de Arte João Donato (Av. das Acácias, nº  01 – Distrito Industrial – Rio Branco)

Informações pelo telefone: 3229 6892

ou acesse: http://cineclubeaquiry.blogspot.com/

Curso de desenho de som – captação

O curso de cinema e vídeo da Usina de Arte João Donato, coordenado pelo Núcleo de Produção Digital – NPD-AC em parceria com Centro Audiovisual Norte-Nordeste (CANNE) oferecem de 12 a 17 deste mês, o curso de Desenho de Som – Captação ministrado por Nicolas Hallet (BA) e com monitoria de Simone Barbosa (BA). O curso será realizada no período vespertino(14:00 às 18:00) e no período noturno(19:00 às 22:00).

O público alvo são os alunos do curso de cinema e vídeo da Usina de Arte João Donato, profissionais da área de som de empresas produtoras, emissoras de TVs e associações de audiovisual de Rio Branco.

Os interessados confirmar inscrição até sexta-feira (09/10) com Wander na Usina de Arte João Donato ou nos telefones 3229 6892 / 8405 3569.  VAGAS LIMITADAS!

Conteúdo programático

Primeiro dia: Operador de Áudio: um trabalho artesanal. Noções de física do
som, de acústica e de paisagem sonora.

Segundo dia: O processo de gravação microfones, mixer e gravadores.

Terceiro dia:  Diferentes captações dependentes do formato: reportagem,
documentário, propaganda e ficção.  Relações com os outros departamentos
da produção. A importância de um projeto sonoro: o desenho de som.

Quarto dia: Captação de Áudio em meio interno. Trabalho com a acústica do
lugar, uso dos microfones adaptados e revisão do material.

Quinto dia:  Captação de Áudio em meio externo. Trabalho com ambiente.

Sexto dia: Organizar o material captado, passagem do analógico para o
digital, do digital para a ilha de edição e sincronização.

Abraços, Wander.

Reza a lenda, histórias acreanas…

Uma série de interprogramas com sete episódios realizados pelos alunos do curso de cinema e vídeo da Usina de Arte João Donato coordenado pelo NPD-AC. O programa Reza a lenda, histórias acreanas é um programa voltado à TV, em que, utiliza atores locais para a cotação de histórias, lendas, contos e entre outros.

Confira o episódio: Jesus no xadrez (cordel) – conta a confusão, em que, no dia que Jesus foi preso e não foi crucificado.

http://www.youtube.com/watch?v=cuoYRJOph3o

Confira o episódio: Mariano e o Mapinguari (lenda) – conta a aventura de Mariano, um jovem caçador, em que, se encontra com Mapinguari.

http://www.youtube.com/watch?v=5_rkR1KguuA&feature=channel

Abraços, Wander.

Fundo Municipal de Cultura lança o segundo edital de 2009

Os fazedores culturais têm até o dia 20 de outubro para apresentarem seus projetos

Formação, produção, circulação, intercâmbio, manutenção de grupos ou entidades e pequenos apoios. Essas são as categorias que os cidadãos de Rio Branco podem apresentar projetos no II Edital 2009 do Fundo Municipal de Cultura, que fica aberto até o dia 20 de outubro.
Porém, para participar do edital é preciso regularizar o Cadastro Municipal de Cultura na sede da Fundação Garibaldi Brasil até o dia 10 de outubro. São cerca de R$150mil disponíveis para a realização de projetos nas áreas de Arte, Esporte e Patrimônio Cultural. Cada proponente pode aprovar, no máximo, um projeto e cada projeto tem o limite de R$8mil, com exceção de pequenos apoios com R$2mil.

O formato deste edital foi definido pelo Conselho Municipal de Cultura durante o II Fórum Setorial Integrado, realizado no mês de maio. O edital e os formulários podem ser encontrados na Fundação Garibaldi Brasil ou baixados pelo blog da instituição (http://culturarb.blogspot.com) ou no site da prefeitura (http://www.riobranco.ac.gov.br).
Fundo Municipal de Cultura – Em funcionamento desde 2008, o Fundo Municipal de Cultura é um instrumento de financiamento das políticas públicas municipais nas áreas de Arte, Esporte e Patrimônio Cultural, previsto na Lei do Sistema Municipal de Cultura. Ele tem como objetivo democratizar o acesso aos recursos disponíveis por meio de editais, definidos pela sociedade civil durante as reuniões do Conselho Municipal de Cultura, efetivando assim a transparência no processo de apoio cultural.
Quem pode participar?
Podem apresentar projetos no II Edital do Fundo Municipal de Cultura de 2009, pessoas físicas e jurídicas que residem em Rio Branco e inscritas no Cadastro Cultural do Município de Rio Branco (CCM), no prazo máximo de até dez dias antes de encerrar ao prazo final da inscrição de projetos para este edital, ou seja, até o dia 10 de outubro.

Atenciosamente,

Helder Cavalcante Jr.
Assessor de Comunicação – FGB

Telefone: (68) 3224 0269

4ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul

4_mostra.jpgDezesseis capitais brasileiras realizarão a 4ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul. Rio Branco participa com exibições de filmes da programação na Filmoteca Acreana. A mostra traz o olhar singular de cineastas sul-americanos sobre temas, valores e dilemas que dizem respeito à dignidade da pessoa humana. O público também poderá votar nas obras favoritas.

Quando: De 19 à 25 de outubro, às 19 horas
Quanto: Entrada Franca
Onde: Filmoteca Acreana (Av. Getúlio Vargas, nº389, Centro), Rio Branco

Fonte: http://www.agencia.ac.gov.br