Cine Batelão está de volta, agora vai…


Esta semana o Batelão traz em suas projeções os filmes Uma História Severina (2005, Debora Diniz e Eliane Brum) e À Margem do Corpo (2006, Debora Diniz), e debate sobre a questão do aborto e o direito de decidir com Júlia Matias, representante do grupo “Católicas pelo Direito de Decidir” (CDD).

A sessão ocorre nesta quinta-feira, dia 02 de abril, como sempre, às 19h00min no Anfiteatro Garibaldi Brasil – Ufac.

Anúncios

Nova Lei Rouanet cria 5 fundos diretos para artes

Estado de São Paulo – Jotabê Medeiros

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090319/not_imp341148

Nasce na segunda-feira uma nova legislação de estímulo à cultura nacional. Um novo projeto de lei será colocado à disposição para consulta pública no site do Ministério da Cultura (www.cultura.gov.br). Debatida durante seis anos no governo, liberada esta semana pelo setor jurídico da Casa Civil, a nova lei vai serenar os ânimos de quem achava que seria extinto o mecanismo de renúncia fiscal. Não vai.

Além de manter a renúncia fiscal, chave da Lei Rouanet (Lei nº 8.313) desde sua criação, em 1991, a nova legislação estabelece seis faixas de dedução do imposto de renda devido – além do máximo de 100% de abatimento e do mínimo de 30%, como é atualmente, outras quatro novas faixas foram criadas (90%, 80%, 70% e 60%).

A maior novidade da legislação, entretanto, não está na reconfiguração do sistema de renúncia fiscal, mas na criação de cinco novos fundos de financiamento direto à cultura: Artes, Patrimônio, Cultura e Diversidade e Audiovisual, além da manutenção do Fundo Nacional de Cultura (para tratar de áreas não específicas do espectro cultural).

Dessa forma, a Lei Rouanet muda na essência. A lei existente hoje prevê três formas de financiamento: a renúncia fiscal, o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e o Ficart, um fundo de capitalização. A renúncia fiscal acabou se tornando o único mecanismo efetivo e os outros ficaram atrofiados.

“A lei necessita de ajustes para sanar distorções que provocam a concentração regional do financiamento e o baixo apoio a atividades culturais em áreas, por exemplo, de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)”, disse o deputado Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), que encaminhou requerimento esta semana pedindo acesso ao texto integral da nova lei.

Santiago, que integra a Comissão de Educação e Cultura (CEC) da Câmara dos Deputados, diz que será criada uma relatoria na comissão apenas para debater o projeto, e ele também defende uma audiência pública. Diz que há grande simpatia no Congresso pela modernização da lei, mas que ainda é preciso avaliar o novo sistema.

O Ministério da Cultura, pai da nova lei, considera que as relações da pasta com o Congresso Nacional se aprimoraram muito durante a gestão de Gilberto Gil e que há boa receptividade dos congressistas, que têm tratado a cultura com um apreço suprapartidário. Atualmente, a Frente Parlamentar para a Cultura é integrada por mais de 300 parlamentares.

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, disse na semana passada que a abertura da consulta pública do texto da lei permitirá que entidades do setor, produtores culturais, empresas e artistas façam sugestões ao projeto durante um período de 45 dias. Ele também pretende viajar pelo País para debates públicos.

Além de reformar a lei, o Ministério confia que o Congresso poderá aprovar uma Proposta de Emenda Constitucional (a PEC 150/03), que deverá incluir no Orçamento da União recursos para a Cultura de nunca menos do que 2% da receita tributária.

Neste fim de semana temos…

  

Sessão das Sete no Sesc
A Marvada Carne (80min, 1985) é uma comédia que mostra as hilariantes aventuras de Carula, uma garota simples, que tem um grande sonho na vida: se casar. Você confere este filme e o acriano Um Amor na Gameleira na sala de cinema do Sesc. Confira esta cena!
Quando: Dia 27 de março (sexta-feira), às 19 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc (Av. Brasil, nº 173 – Centro), Rio Branco

 

Filmes em Cartaz
O Cine João Paulo está com três filmes em cartaz. Na sessão das 17 horas, a animação Bolt – Supercão (trailer). E nas sessões de 19 e 21 horas, Sexta-feira, 13 e a comédia brasileira Se eu fosse você 2 (trailer).

Quando: Todos os dias da semana
Quanto: De 2ª a 5ª R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), e de 6ª a domingo R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia)
Onde: Cine João Paulo (Avenida Ceará, nº 2090 – Centro), Rio Branco

 

Sessão Infantil no Sábado
Quem ainda não conferiu a animação Kiriku e a Feiticeira (74min, 1998), na Sala de Cinema do Sesc, terá oportunidade neste sábado. Assista ao trailer!
 
Quando: Dia 28 de março (sábado), às 17 horas.
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc (Avenida Brasil, nº 173 – Centro), Rio Branco

 

Cinemacre
O Clube de Cinema do Acre convida a todos para a exibição do drama policial Estrela Solitária (135min, 1996). O enredo do filme se desenvolve a partir do não esclarecido do assassinato de um corrupto homem da lei. Uma história densa que narra o conflito entre pais e filhos e as paixões proibidas através das gerações. Boletim Cinemacre

Quando: Dia 28 de março (sábado), às 19 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Auditório da Biblioteca da Floresta Marina Silva (Via Parque da Maternidade), Rio Branco  

 

Sábado no Sesc
Neste sábado, você confere na sessão das sete do Sesc o filme acriano Lendas Urbanas e o drama nacional Narradores de Javé (100min, 2003).

Quando: Dia 28 de março (sábado), às 19 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc (Av. Brasil, nº 173 – Centro), Rio Branco  

 

Sessão do Meio Dia no Sesc
Alberto é um jovem da monarquia portuguesa que está exilado em Belém. Com ajuda do tio, é contratado para trabalhar em um seringal na selva Amazônica, onde passa a conviver com o gerente e sua bela mulher, Dona Yayá. O drama A Selva (105min, 2002) é a sessão do meio dia do Sesc.

Quando: Dia 29 de março (domingo), às 12 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc Centro (Av. Brasil, nº 173), Rio Branco

 

Filminho de domingo
Para alegrar o fim de domingo, acontece na Sala de Cinema do Sesc, a sessão do filme infantil Castelo Rá-Tim-Bum (107min, 1999). Adaptação do programa da TV Cultura. No meio de uma cidade enlouquecida, um castelo encantado sobrevive ao mundo moderno, guardando segredos e magias.

Quando: Dia 29 de março (domingo), às 17 horas
Quanto: Entrada gratuita
Onde:  Sala de Cinema do Sesc Centro (Av. Brasil, nº 173), Rio Branco

 

Sessão das Sete no Domingo
Na sala de cinema do Sesc você confere dois filmes na sessão das sete: o acriano Folclore na Escola e Eles Não Usam Black-Tie (134min, 1981), dirigido por Leon Hirszman.

Quando: Dia 29 de março (domingo), às 19 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc Centro (Av. Brasil, nº 173), Rio Branco

Fonte: http://www.agencia.ac.gov.br/

Cine Batelão está de volta…NÃO DESTA VEZ!

O Cineclube Batelão se desculpa com seus contemplados ao anunciar que mais uma vez o filme “Música e Fantasia” será realocado para outra data, agora indeterminada, por confilto, de última hora, do uso do Anfiteatro Garibaldi Brasil. A próxima sessão fica mantida com “À Margem do Corpo” e “Uma História Severina”, no dia 2 de abril, quinta-feira.

Abraços
Cine Batelão

 

 Após recesso de fim de semestre, o Cine Batelão volta para inciar a temporada 2009. O filme desta semana é Música e Fantasia (Allegro non troppo, 1977, Itália) de Bruno Bozzetto, uma animação fantástica, colorida como uma fantasia. A obra faz-se em uma sátira sobre a animação Fantasia (1940), de Walt Disney. Bruno Bozzetto vale-se do mesmo recurso de Walt Disney, a dança entre animação, levada ao extremo da imaginação criativa, com músicas clássicas já consolidadas como peças que vão além da imaginação criativa. A sessão ocorrerá nesta quinta-feira, dia 26 de março, como sempre, às 19h00min, no Anfiteatro Garibaldi Brasil – Ufac.

Sinopse: Trata-se de uma sátira sobre a animação Fantasia feita por Walt Disney em 1940. Bruno Bozzetto utiliza os mesmos recursos de Disney, animando peças musicais clássicas e ainda acrescentando uma mordaz crítica social em cada quadro. Prélude de l’après-midi d’um Faune, de Debussy, é uma sátira da mitologia grega com um fauno velho que tenta disfarçar sua velhice. Dança Eslava, de Dvorak, é a evolução da sociedade humana, onde o desenvolvimento das moradias provoca o aparecimento da inveja e a imitação é a mola propulsora. Bolero, de Ravel, nos mostra que a partir de um resto de Coca-cola abandonado por uma nave espacial se desenvolve toda a evolução das espécies e, de maneira crítica e irônica, o aparecimento do homem. Valsa Triste, de Sibelius, ilustra a tristeza, a amarga solidão de um gato e suas fantasias, com uma perfeita sincronia entre cores, som e efeitos especiais. Concerto, de Vivaldi, apresenta a presença humana desestabilizadora da natureza. Pássaro de Fogo, de Stravinsky, satiriza a gênese bíblica de forma a identificar o “castigo divino” com a moderna sociedade consumista.

Maiores informações acesse: http://cinebatelao.blogspot.com/

Prêmio Pontos de Mídia Livre…

Inscrições prorrogadas até 27 de março.

O Ministério da Cultura (MinC), representado pelas secretarias de Programas e Projetos Culturais (SPPC) e de Articulação Institucional (SAI), prorrogou para 27 de março a data final para inscrições do Prêmio Pontos de Mídia Livre. O prazo inicialmente estipulado era até 12 de março.

Confira a Portaria de prorrogação publicada no Diário Oficial da União Nº 48 de 12 de março de 2009.

____________________________________________

O presente Edital visa premiar 60 (sessenta) iniciativas de comunicação compartilhada e participativa, realizadas por Pontos de Cultura e/ou instituições sem fins lucrativos e legalmente constituídas, que desenvolvem diretamente ou apóiam iniciativas de comunicação compartilhada e participativa.

Confira o edital e os anexos:

Edital

Requerimento – anexo I

Formulário de inscrição – anexo II

Descrição da iniciativa de comunicação – anexo III

 

Informações: (61) 3316 0656 / Ana Paula Rodrigues. (61) 3316 0656 / Ana Paula Rodrigues

FESTIVAL DE VÍDEO TELA DIGITAL

Festivais [/caption]

Festival de Vídeo Tela Digital
É um festival de vídeos de criação independente organizado pela Associação Cultural Kinoforum, que resultará numa série de programas a ser exibida na TV BRASIL.
A idéia é promover a produção e exibição de conteúdos audiovisuais inéditos. Um novo espaço que a TV Pública está abrindo para novas criações independentes de cultura digital.
Vai rolar seleção e premiação de vídeos, que deverão ter duração entre 3 e 8 minutos. Os vídeos selecionados serão remunerados pela cessão de direitos com 500 reais.
A premiação consiste em: dois prêmios no valor de R$15.000 para o Melhor Vídeo Tela Digital (pelo Júri) e para o Melhor Vídeo Tela Digital (pelo Público) e três prêmios no valor de R$ 10.000 (cada) para trabalhos que se destacarem na competição.
A inscrição é gratuita e vai até o dia 31 de maio de 2009. Então, entrem no site www.teladigital.org.br, leiam o regulamento e mãos a obra.

Cel. U. Cine
Festival de micro-metragem de até 3 minutos feitos para celular.
O cel.u.cine acompanha os festivais de cinema pelo Brasil. A cada festival são abertas novas inscrições com um tema diferente onde serão selecionados 5 finalistas. Estes filmes concorrerão a grande final no Rio onde os 3 vencedores receberão prêmios.
Fiquem atentos, o Cel.u.cine vai chegar ao Recife e o tema é “de cabeça para baixo”. Mas, para confirmar essa informação, saber o período de inscrição e tirar dúvidas é preciso se cadastrar no site www.celucine.com.br.

E para finalizar, O Festival do Minuto.
Festival do Minuto em 30 Cidades.
Inscrição de 01 de março até 31 de Julho.
Você pode enviar vídeos de qualquer tema. Para concorrer, basta você morar ou ter nascido em uma das 30 cidades participantes. Os vídeos poderão ser realizados em qualquer tipo de equipamento que produza imagens em movimento e deverão ter no mínimo 1 segundo e no máximo 60 segundos de duração, incluindo os créditos.
Você pode inscrever seus vídeos em um tema, palavra-chave ou categoria específicos, conforme indicado durante os procedimentos de inscrição online.
Acesse www.festivaldominuto.com.br e confira o regulamento.

Neste fim de semana temos…

Mostra Charles Chaplin
Na Filmoteca Acriana, a atração desta sexta-feira é Tempos Modernos (87 min, 1936). Um operário fica louco com o ritmo intenso do trabalho braçal onde consegue o seu ganha pão. Em meio a confusão que depois se envolve, arruma tempo para ajudar uma jovem órfã.

Quando: Dia 20 de março (sexta-feira), às 10 e 15 horas
Quanto: Entrada gratuita
Onde: Biblioteca Pública (Av. Getúlio Vargas, 389 – Centro), Rio Branco 

 

Sessão do Meio Dia no Sesc
Na Sala de Cinema do Sesc tem o filme acriano Sinal de Alerta, comemorando os 35 anos da ASACINE. E pra fechar a sessão tem o documentário ABC da greve (75min, 1979/90).

Quando: Dia 20 de março (sexta-feira), às 12 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc Centro (Av. Brasil, nº 173), Rio Branco

 

Sessão das Cinco no Sesc
A sessão infantil da Sala de Cinema do Sesc acontece às 17 horas. Nesta sexta o público poderá conferir animações brasileiras: Leonel Pé-de-Vento (15min, 2006), Relacionamentos (5min, 2003), A Noite do Vampiro (6min, 2006), Os Olhos do Pianista (5min, 2005), Devoção (11min, 2006), Roubada! (4min, 2000) e Primeiro Movimento (6min, 2006).

Quando: Dia 20 de março (sexta-feira), às 17 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc Centro (Av. Brasil, nº 173), Rio Branco

 

Mostra Francis Ford Coppola
A atração desta sexta na Mostra Francis Ford Coppola, da Filmoteca Acriana, é Apocalipse Now (172min, 1990). Um tenente que tem como missão encontrar e conter um coronel que enlouqueceu em plena selva do Vietnã.

 
Quando: Dia 20 de março (sexta-feira), às 19 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Biblioteca Pública Estadual (Avenida Getúlio Vargas, nº 389 – Centro), Rio Branco

 

Sessão das Sete no Sesc
A Marvada Carne (80min, 1985) é uma comédia que mostra as hilariantes aventuras de Carula, uma garota simples, do interior, que tem um grande sonho na vida: se casar. E para isso ela está disposta a tudo. Você confere este filme nesta sexta na sala de cinema do Sesc.
Quando: Dia 20 de março (sexta-feira), às 19 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc (Av. Brasil, nº 173 – Centro), Rio Branco

 

Filmes em Cartaz
O Cine João Paulo está com três filmes em cartaz. Na sessão das 17 horas, a animação Bolt – Supercão (trailer). E nas sessões de 19 e 21 horas, Sexta-feira, 13 e a comédia brasileira Se eu fosse você 2 (trailer).

Quando: Todos os dias da semana
Quanto: De 2ª a 5ª R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), e de 6ª a domingo R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia)
Onde: Cine João Paulo (Avenida Ceará, nº 2090 – Centro), Rio Branco

 

Sessão Infantil no Sábado
Quem ainda não conferiu a animação Kiriku e a Feiticeira (74min, 1998), na Sala de Cinema do Sesc, terá oportunidade neste sábado, 21 de março. 
 
Quando: Dia 21 de março (sábado), às 17 horas.
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc (Avenida Brasil, nº 173 – Centro), Rio Branco

 

Filminho de domingo
Para alegrar o fim de domingo, acontece na Sala de Cinema do Sesc, a sessão do filme infantil Castelo Rá-Tim-Bum (107min, 1999). Adaptação do programa da TV Cultura. No meio de uma cidade enlouquecida, um castelo encantado sobrevive ao mundo moderno, guardando segredos e magias.

Quando: Dia 22 de março (domingo), às 17 horas
Quanto: Entrada gratuita
Onde:  Sala de Cinema do Sesc Centro (Av. Brasil, nº 173), Rio Branco

 

Curumins no Cinema
Do Cine+Cultura Hélio Melo, o projeto Curumins de Cinema exibe o programa Curtas Infantis II, que reúne quatro ficções protagonizadas por crianças e adolescentes:  (13min, 2002); Paisagem de Meninos (25min, 2003); Maré Capoeira (15min, 2005); e Caçadores de Saci (13min, 2005).

Quando: Dia 22 de março (domingo), às 17h30
Quanto:
Entrada Franca
Onde:
Theatro Hélio Melo (Av. Getúlio Vargas, s/n – Centro), Rio Branco

 

Eles Não Usam Black-Tie
Na sala de cinema do Sesc você confere na sessão das sete dois filmes: o acriano Folclore na Escola e Eles Não Usam Black-Tie (134min, 1981), dirigido por Leon Hirszman.

Quando: Dia 22 de março (domingo), às 19 horas
Quanto: Entrada franca
Onde: Sala de Cinema do Sesc Centro (Av. Brasil, nº 173), Rio Branco

Fonte: www.agencia.ac.gov.br

 

Entradas Mais Antigas Anteriores